h1

Lavrar.

junho 18, 2009

 

A letra alva cava a folha franca

A palavra trava e calada tranca;

A letra rubra fere a folha branca,

Vibra o rubro, a palavra estanca.

 

A palavra treva assoma a folha

A sombra rasa arrasa a palavra,

A treva turva assombra a escolha.

A trova grava na cova da lavra

 

Onde a palavra brota e repousa.

Como canto a palavra espanta,

Causa euforia quando encanta

 

Na poesia baldia quando ousa.

A palavra tardia vadia agiganta

Vaza arredia na foz da garganta.

 

Dudu Oliveira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: