h1

Uma noite maior que os homens

junho 17, 2009

 

 O equilibrista despista,

Mas seu destino é cair

Esse levitar fraudulento…

Esse fio esticado…

Essa rede rota…

 

O equilibrista acredita que engana,

Mas ele deseja cair.

Homens não levitam,

Não voam,

Os homens caem

Uma queda eterna,

Que hipnotiza

Nessa vida por um fio.

 

Ele não inveja os anjos,

Não finge as borboletas,

Ele deseja a queda

O escuro da queda

O denso silencio antes do grito;

 

Sob todas as luzes

É o escuro que ele deseja

O aconchego das sombras

Numa noite maior que tudo.

 

Dudu Oliveira.

One comment

  1. Dudu, publiquei esta no blog do Eita! sarau… abraço da Marise



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: